Publicidade

ARTIGO

Cidade de Corupá

O município de Corupá, situado ao norte de Santa Catarina, é conhecido como capital da banana, das plantas ornamentais e das orquídeas. Inicialmente chamava-se Hansa Humboldt, em homenagem a seu primeiro imigrante, vindo da Alemanha. Foi anexado primeiramente a São Francisco do Sul e, depois, a Jaraguá do Sul. Em 1958 tornou-se oficialmente o município de Corupá, nome de origem indígena que significa “paradeiro de muitas pedras”. Atualmente possui em torno de 15.337 habitantes (2016), distribuídos numa área territorial de 402,789 km², da qual a grande maioria consiste em área rural.

Uma das atividades mais fortes no local é o ecoturismo. O município possui um calendário anual de ecoturismo e esportes de aventura, como biking e trekking. Os corupaenses e os visitantes podem desfrutar das serras e das enormes quedas de água que o local possui. A região é famosa pelas riquezas naturais que tem a oferecer aos turistas. A Rota das Cachoeiras possui 14 delas. O trajeto das quedas pode ser feito por dois caminhos, a Trilha Passa-Águas e a Trilha do Araçá, ambas com um percurso de aproximadamente três horas e meia. A diferença é que a do Araçá, primeira a ser aberta, passa em meio à mata. Ao final das trilhas, encontra-se a cachoeira do Salto Grande, com uma queda de 125 metros de altura. A cachoeira da usina encontra-se onde existia a antiga hidrelétrica, que teve a barragem rompida. Ainda é possível encontrar ruínas da barragem e de uma vila próxima, também destruída.

Outra opção de ecoturismo é a escalada do Morro do Boi, de uma altura de 990 metros. O morro possui uma trilha de acesso rudimentar, considerada imprópria para o turismo. Quem vai a Corupá recomenda também o Recanto Prainha da Oma, que possui trilhas e locais próprios para banho de rio. Nos rios existem poços de até 5 metros de profundidade. O destaque é a comida caseira do local feita em forno à lenha, com especialidades como o marreco recheado e o strudel.

Para aqueles que buscam lazer, Corupá possui também o centenário Orquidário Catarinense e o Pesque-pague Gessner. O Seminário de Corupá está localizado numa construção de 1929 em estilo gótico romano. Nele está o Museu Luiz Gartner, com um acervo de 1.500 animais empalhados que representam a diversidade da fauna regional. Há ainda o lago de bromélias gigantes com circunferências que chegam a atingir 2,5 metros de diâmetro e 7,5 de circunferência. Ao redor do lago, caminhos com plantas como bromélias, helicônias e a figueira indiana. Situado numa propriedade particular, é aberto para visitação com uma taxa de entrada. O local é conhecido também pela venda de strudel congelado.

Apesar da forte atividade turística, a indústria representa cerca de 69 da economia regional. O município possui 112 fábricas, destacando-se os setores têxtil e metal mecânico. O comércio consiste em apenas 12, considerando os 274 estabelecimentos de Corupá. A agropecuária representa outros 11. Os principais produtos agrícolas são a banana e o arroz. Na agropecuária, os destaques são a criação de aves, bovinos e suínos.

Fonte:

Prefeitura Municipal de Corupá

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Portal do Governo de Santa Catarina

by The Cities

Mapa

Publicidade

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2020 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2020 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...