Publicidade

ARTIGO

História - até a década de 1950

A história do Atlético Paranaense começou em março de 1924, quando os dirigentes do Internacional Foot Ball Club e do América Foot Ball Club reuniram-se para tratar da fusão entre seus clubes. Na Assembleia Geral, sob a presidência de Arcésio Guimarães, a união foi concretizada. O dia 26 de março foi adotado como oficial no empossamento da nova diretoria do time que passou a chamar-se “Club Athletico Paranaense”.

No ano seguinte ao da fundação, o Atlético mostrou que não passaria despercebido nas competições. No Campeonato Paranaense de 1925, o clube vestiu a faixa de campeão com uma campanha impressionante. Com o acúmulo de vitórias, jogadores cheios de garra e com o estádio vestindo as cores do time, o Atlético venceu o Savoia por 3 x 1 na final e levou para casa seu primeiro título. Em 1926, após um campeonato complicado, terminou como vice-campeão, entregando o título para seu maior rival, o Coritiba. Nos dois anos seguintes, o clube também ficou em segundo lugar.

Em 1930, em mais uma partida final contra o rival alviverde, o Atlético consagrou-se bicampeão paranaense invicto. Nos anos de 1931 e 1932, o time não conseguiu manter a invencibilidade, para a tristeza e desmotivação dos atleticanos. 1993 foi um ano difícil para os jogadores. O primeiro jogo estava marcado para o dia 21 de maio e, pouco antes dessa data, uma forte gripe pegou os atletas desprevenidos. Os dirigentes pediram transferência da data para a Federação Paranaense de Desporto, devido às circunstâncias. Foram informados que não haveria problema, mas que o time adversário deveria estar de acordo com a troca. Porém, o adversário era o Coritiba. A rivalidade, já travada há alguns campeonatos, fez com que o clube não aceitasse o pedido dos dirigentes. Então, mesmo com os jogadores gripados, o Atlético entrou em campo. O placar de 2 x 1 deixou os coxas brancas de cabeça baixa e os rubro-negros orgulhosos.

O ano de 1933 foi marcado também pelo início da carreira do maior arqueiro da história atleticana e um dos mais ilustres do Paraná: Alfredo Gottardi, conhecido como Caju, que teve o nome emprestado ao Centro de Treinamento do Atlético Paranaense em sua homenagem. O CT do Caju é o local onde os jogadores treinam e se preparam para os jogos até hoje.

Depois de quatro anos sem títulos, em 1934 e em 1936 o Atlético Paranaense voltou a segurar o troféu do Campeonato Paranaense, a segunda conquista de maneira invicta. Por volta de 1937, um novo jogador chegou de Ponta Grossa para jogar na ponta direita: Genésio Ramalho. Apesar de nunca ter despontado entre os craques, Genésio entrou para a história do Atlético por criar uma música em homenagem ao clube, que acabou sendo transformada no hino oficial e emociona os rubro-negros até os dias de hoje.

O Campeonato Paranaense de 1940 foi considerado um pouco conturbado, mas terminou com mais uma conquista. Atlético e Ferroviário eram os principais times da disputa, mas quem ficou com o título de campeão foi o Atlético. Durante a partida final um gol do Ferroviário foi anulado por impedimento. Como era um jogo decisivo e estava empatado em 2 x 2, os dirigentes do Ferroviário causaram tumulto pela anulação do gol. A confusão foi tamanha que o caso foi parar no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD). A Federação confirmou que precisaria de mais uma disputa para definir o campeão, mas o Clube Ferroviário recusou-se a participar dessa decisão e foi punido com 18 meses de suspensão. O título de 1940 automaticamente ficou para o Atlético Paranaense.

Em 1943, o clube conquistou o título com grandes vitórias consecutivas e, pela primeira vez, contou com a participação de jogadores estrangeiros: Aveiros, Ibarrolla e o técnico Carbô. A novidade de 1944 foi o início da carreira do jogador Jackson como titular, tornando-se um dos grandes craques do futebol paranaense. O Campeonato Paranaense de 1945 rendeu quatro jogos na final com o rival Coritiba, com a vitória do título pelo time rubro-negro. Na noite de comemoração, uma surpresa: o presidente Manoel Aranha renunciou ao cargo. Em 1946, o campeonato ficou conhecido como “tartaruga”. Os dirigentes procuraram reformular a disputa e definiram um campeonato com três turnos em pontos corridos, ou seja, a competição durou o ano inteiro, para a angustia dos torcedores. No ano seguinte a Federação voltou atrás e retomou a fórmula de dois turnos. Nas duas ocasiões o Atlético foi vice-campeão.

O time comemorou os 25 anos de existência com um título merecedor. Logo no primeiro jogo do Campeonato Paranaense, em maio de 1949, os jogadores mostraram que, depois de quatro anos sem ganhar, estavam convictos que a taça seria rubro-negra. As vitórias consecutivas deixaram todos impressionados e a imprensa da época começou a se referir ao clube como um “tufão”. Com o passar dos jogos e com o acúmulo de vitórias, começaram a concluir que o clube não era um simples tufão, mas sim, um “Furacão” em campo. Foi nesse momento que o apelido consagrou-se entre os atleticanos.

Fonte: Clube Atlético Paranaense

by The Cities

ARTIGOS RELACIONADOS

Clube Atlético Paranaense

Fundado na década de 1920, o Clube Atlético Paranaense (CAP) é resultado da união entre os times do Internacional Foot Ball Club e do América ...

Curiosidades e símbolos

Suas cores, herdadas dos times que formaram o Atlético Paranaense em 1924, deram ao clube o apelido de rubro-negro. Em 1995, surgiu o escudo ...

Estádio Arena da Baixada

O estádio Joaquim Américo Guimarães está ligado ao Clube Atlético Paranaense desde antes de sua existência. Construído em 1914, dez anos ...

História - década de 1950 até hoje

A partir da década de 1950 muitas mudanças aconteceram no Atlético Paranaense. Jogadores deixaram o time, novos dirigentes chegaram, houve ...

Torcida

Por volta de 1977, depois que o Esquadrão da Torcida Atleticana (ETA) encerrou as atividades, atleticanos começaram a buscar novas maneiras para ...

Publicidade

Publicidade

The Cities

O The Cities é um Portal de conteúdo estruturado que atua de forma integrada na prestação de serviços de informações confiáveis, precisas e atualizadas nas áreas de economia, cultura, turismo, história, lazer, meio ambiente, saúde, urbanismo, poder público, cotidianos e gerais.

Informações

Como utilizar o Portal

Política de Privacidade

Aviso Legal

Quem Somos

Fale Conosco

Trabalhe conosco

Receba os conteúdos
do Portal The Cities:

Quero receber

© 2014 - 2020 The Cities Todos os direitos reservados

© 2014 - 2020 The Cities - Sua cidade em evidência. Todos os direitos reservados

aguarde, processando...